Moção de repúdio à ampliação das atividades da Veracel Celulose

As diversas redes e movimentos sociais presentes no Encontro Nacional Diálogos e Convergências: agroecologia, saúde e justiça ambiental, soberania alimentar, economia solidária e feminismo, realizado entre os dias 26 e 29 de setembro, em Salvador, Bahia, reivindicam a anulação do processo de licenciamento da ampliação da fábrica e base florestal da empresa Veracel Celulose.

Ilegalidades na elaboração do Relatório de Impacto ao Meio Ambiente e envolvimento da empresa em crimes de corrupção já foram constatados, assim como os graves danos causados pela Veracel ao meio ambiente, sobretudo através do plantio de eucalipto, em larga escala e com intensa utilização de agrotóxicos, nos Territórios de Identidade do Extremo Sul da Bahia, da Costa do Descobrimento e da Costa da Baleia, retirando o espaço para o cultivo de alimentos, comprometendo o ambiente, a soberania alimentar e a saúde do povo do Extremo Sul.

Defendemos o direito dos povos à vida o aos seus territórios, por isso manifestamos nosso seu repúdio à ampliação das atividades da Veracel Celulose.

 

Salvador, 29 de setembro de 2011